JULHO, OLÁ

Hoje ouvi vários “nossa, já é julho, como passou rápido!”, e o que ouviram de mim foi um “ahhh” e um meio sorriso, pois estive pensando em várias coisas sobre o assunto principalmente em como passou rápido sim, mas que a maior parte é porque não nos damos conta.
Não nos damos conta que a cada dia que passa, nós aprendemos a odiar ainda mais a segunda-feira e esperar desesperadamente pela sexta. Viver um fim de semana que passa voando, pois da semana já estamos cheios. Desgastados.
Cobram-nos (ou cobramos de nós mesmo) terminar um trabalho “pra ontem”. Viver correndo pra não chegar atrasados. Chegar cedo. Andar logo, aprender rápido. Ganhar mais.
Não perder tempo.
Viver contra ele e não a favor.
Pergunto-me até quando ficaremos esperando pelo dia que finalmente teremos uma vida estabilizada, ganhar razoavelmente bem e conseguir fazer as viagens pelo mundo. Até quando viveremos mais o futuro, fazendo planos que muitos nem se realizam...
Talvez o mais equilibrado fosse pensar no futuro e viver o presente.
E qual será a escola que ensina essa matéria?
Porque o tempo não para e não espera a gente aprender. Ele vem, coloca o pé na sua frente, faz você tropeçar, cair, ralar o joelho, derrubar todas as suas coisas no chão, olhar para elas e perceber “nossa, como eu não enxerguei isso antes?”.
E fazer tudo de novo.
Em um novo tempo, novos planos, novos erros.
O tempo se renova e cada vez mais vai bulgando - e esclarecendo - nossos pensamentos.
“Pois aqui, como vê, você tem de correr o mais que pode para continuar no mesmo lugar. Se quiser ir a alguma outra parte, tem de correr no mínimo duas vezes mais rápido!” ♥ Alice Através do Espelho
Ps.: O enredo de “Alice Através do Espelho” gira em torno da viagem no tempo que nos ensina muitas coisas sobre o Sr. Tempo (esse aí da foto), principalmente o fato de não podermos mudar o passado e sim aprender com as cicatrizes que ele deixa na gente. 
Aproveitando, vale a pena assistir. :)
snapchat – meurrelicario | Instagram | twitter | facebook & facebookpinterest
Um beijo!
Follow my blog with Bloglovin

10 comentários

  1. Post lindo ♥ Esse o maior motivo que tem me feito aproveitar as coisas pequenas do dia a dia, se formos esperar o fim de semana pra relaxar, vai virando uma bola de neve. :/ Acontecem muitas coisas gostosas enquanto estamos nessa espera. :) E acho que sempre vamos esperar por algo, e isso é bom, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Kat ♥
      Que muitas coisas boas aconteçam por aí.

      Um beijo

      Excluir
  2. Publicação maravilhosa...
    Temos que aproveitar o que temos em qualquer momento né? rs
    Eu ainda não assisti o filme e estou ansiosa *_*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Clay ♥
      Assista o filme, é tão bom! Um dos meus favoritos até hoje.

      Um beijo

      Excluir
  3. Valeu muito a reflexão <3 Parabéns pelo texto <3

    Beijos, Vickawaii
    http://finding-neverland.zip.net

    P.S - Fiquei com vontade de ver o filme =(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vick, você vai amar! Achei até que tivesse assistido rs

      Excluir
  4. Ainda não assisti o filme, fiquei com vontade agora hahaha, te indiquei para uma tag lá no meu blog <3 beijoss

    ResponderExcluir
  5. Eu li em algum lugar esses dias que a gente vive esperando o futuro e não percebe que ele tá passando, que antigamente as pessoas viviam em média 30 anos e não pensavam muito em futuro, faziam o que bem entendessem, hoje com a maior expectativa de vida fazem tudo pra ter um futuro melhor gastando todo o seu futuro.

    ResponderExcluir
  6. que post lindo e inspirador ♥
    as vezes é muito difícil controlar nossos pensamentos pra não pensar tanto no futuro, mas parece que a gente cresce sendo ensinado a fazer isso, né? eaí parece mesmo que a semana passa voando e a gente pisca e metade do ano já passou, dá nem pra acreditar.

    ResponderExcluir
  7. Que lindo seu texto, bastante reflexivo, eu costumava viver nessa neura de chegalogofimdesemana e não aproveitava nada pq sempre tinha aquela sensação de que não dava para fazer nada que já era segunda de novo, levei essa rotina até o dia que eu fui parar no hospital hahahah, tive que reaprender a ~viver~ levar uma vida mais leve, curtir os pequenos prazeres diários e não ficar focada apenas no dia de amanhã, os problemas de amanhã, que sejam enfrentados amanhã e não ficar sofrendo por antecedência. Não sabia da existência do filme (tô muito desatualizada?) apesar de já ter lido o livro e amar. Vou colocar na lista de filmes para ver.

    Um bjo

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pelo comentário.
Deixe sua URL junto ao comentário para que eu possa retribuir o carinho em seu blog! ♥